Publicidade

Locação

Preço de novos aluguéis cai pelo 4º mês

POSTADA EM: 27/10/2015  |  POR: (Folhapress)

Os contratos de aluguel residencial assinados em setembro na cidade de São Paulo tiveram variação negativa. Segundo divulgou o Secovi-SP (sindicado do mercado imobiliário) anteontem, os preços das novas locações recuaram 0,5% em setembro ante agosto.
No mesmo período, a inflação medida pelo Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado na maior parte dos ajustes de contratos de locação, foi de 0,95%.
Esse é o quarto mês seguido em que o ajuste dos preços dos novos aluguéis é negativo, e o 11º mês consecutivo em que fica abaixo da inflação quando considerado um período de 12 meses. Contra setembro de 2014, a queda foi de 2,1%, ante inflação de 8,4% no período.
Segundo o Secovi-SP, os imóveis de três dormitórios apresentaram a maior retração no valor de locação, de 1,4%, enquanto o de dois quartos caiu 0,4%, e o de um, 0,1%. A queda dos preços reflete o nível de dificuldade de alugar esses imóveis.
Casas com um dormitório foram as com o menor tempo médio até a locação, de 22,6 dias. O maior tempo de locação foi o de apartamentos de três dormitórios, com 51,9 dias, seguido por casas de três dormitórios, que levaram em média 49,6 dias.

Vale negociar

Segundo especialistas, o cenário é favorável ao inquilino, que passa a ter maior poder de barganha na negociação com o proprietário – inclusive para encerrar o contrato atual e buscar um novo.
E ao procurar outro, além de tentar reduzir o preço do aluguel, a urgência em fechar o contrato é menor. É possível pesquisar (a oferta é boa), sem atropelos.
“A queda dos valores de locação deverá se manter nos próximos meses”, diz o diretor do Secovi-SP, Mark Turnbull.

 

Apartamentos de 3 dormitórios têm maior tempo de locação (foto)

Publicidade

Pesquisa avançada

FINANCIAMENTO

SIMULAÇÃO CAIXA FEDERAL

MINHA CASA MINHA VIDA

OUTROS TIPOS DE FINANCIAMENTOS

CORRETORES CADASTRADOS

DICAS

CONTATO

COMERCIAL

REDAÇÃO