Publicidade

Economia

Custo Unitário Básico da construção civil tem alta de 0,06%

POSTADA EM: 05/05/2015  |  POR: Agência Brasil

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do Estado de São Paulo, calculado sobre as obras não incluídas na desoneração da folha de pagamentos, registrou alta de 0,06% em março na comparação com fevereiro. O índice é calculado pelo Sindicato da Construção de São Paulo (SindusCon-SP) e pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e reflete a variação dos custos das construtoras para a utilização nos reajustes dos contratos de obras. No primeiro trimestre, a alta ficou em 0,48%.

Segundo os dados, os custos administrativos (salários dos engenheiros) e com mão de obra ficaram estáveis em março ante o mês anterior. Os custos com materiais de construção aumentaram 0,15%. A média ponderada entre os três itens resultou na variação de 0,06% do CUB representativo da construção paulista, que em fevereiro ficou em R$ 1.175,25 por metro quadrado. Em 12 meses, o CUB paulista das obras não incluídas na desoneração da folha de pagamentos registrou alta de 6,50%, com aumento de 8,46% nos custos com a mão de obra, de 3,24% nos materiais e 11,78% nos custos administrativos.


Já nas obras incluídas na desoneração da folha de pagamentos, o CUB também subiu 0,06% em março, totalizando R$ 1.093,70 por metro quadrado. Os custos com mão de obra e administrativos apresentaram estabilidade, enquanto os custos com materiais de construção subiram 0,15%. No trimestre, o indicador apresentou alta de 0,52%. Em 12 meses, esse custo subiu 6,40%. Na mesma base de comparação, os custos com a mão de obra aumentaram 8,53%, os de materiais 3,24% e os custos administrativos 11,78%.

Em março, nenhum dos 27 insumos da construção pesquisados pelo Sinduscon-SP teve elevação superior à do IGP-M que aumentou 0,98%.

Publicidade

Pesquisa avançada

FINANCIAMENTO

SIMULAÇÃO CAIXA FEDERAL

MINHA CASA MINHA VIDA

OUTROS TIPOS DE FINANCIAMENTOS

CORRETORES CADASTRADOS

DICAS

CONTATO

COMERCIAL

REDAÇÃO