Publicidade

Economia

Custos condominiais ficam acima do IGP-M em 2015

POSTADA EM: 02/02/2016  |  POR: (Da redação)

Foto: André Tambucci/Fotos Públicas

O estudo de Índices dos Custos Condominiais (Icon) na Região Metropolitana de São Paulo, realizado pelo Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais de São Paulo (Secovi-SP), apontou que a variação acumulada de janeiro a dezembro de 2015 ficou em 12,42%, superior à variação de 10,54% do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrada pela Fundação Getúlio Vargas no mesmo período. As informações são do site do Secovi.
Com variação de 10,19%, o grupo que mais contribuiu para o aumento no ano foi o de Pessoal e Encargos, que tem peso de cerca de 60% no índice. O grupo Tarifas teve variação de 24,22% e também influenciou na alta, seguido dos itens Manutenção de Equipamentos e Diversos com 10,54% cada, e Conservação e Limpeza, com 9,44%. Em dezembro de 2015, o Icon registrou elevação de 0,11%.

Série histórica

Conforme os dados apurados pelo Icon, as despesas condominiais cresceram mais de 100% em dez anos, entre dezembro de 2005 e dezembro de 2015, enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 77,22% no período.
“Esse incremento é atribuído, principalmente, ao aumento real de 119,84% nas despesas com Pessoal e Encargos, além das altas ocorridas nas contas de consumo. Água, energia e gás ultrapassaram o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do período, que registrou variação de 79,38%”, explica o vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, Hubert Gebara.
O Icon serve como parâmetro das variações dos custos dos condomínios, mas não deve ser utilizado como um índice de reajuste da taxa condominial. “Cada condomínio possui a sua própria estrutura de despesas. Portanto, a recomendação é que o síndico consulte sua administradora para verificar qual foi o aumento dos custos, a fim de que, no futuro, não ocorra um desequilíbrio nas contas”, orienta Gebara.

 

Índices dos Custos Condominiais na Região Metropolitana de São Paulo apresenta alta (foto)

Publicidade

Pesquisa avançada

FINANCIAMENTO

SIMULAÇÃO CAIXA FEDERAL

MINHA CASA MINHA VIDA

OUTROS TIPOS DE FINANCIAMENTOS

CORRETORES CADASTRADOS

DICAS

CONTATO

COMERCIAL

REDAÇÃO