Publicidade

Locação

Valor do aluguel na capital diminui 1,9%

POSTADA EM: 27/07/2016  |  POR: Folhapress
Inquilinos devem fazer a conta do que é mais barato: alugar nova casa ou renovar contrato antigo

O valor médio das locações residenciais na cidade de São Paulo acumula retração de 1,9% nos últimos 12 meses até junho, segundo o Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).
O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) - a “inflação do aluguel”, indicador mais usado para reajustar o aluguel - do período acumula alta de 12,2%.
Na prática, isso significa que está mais barato alugar um apartamento novo em uma mesma região do que renovar o antigo, se o reajuste do contrato for pelo IGP-M.
Quanto maior a distância entre IGP-M e novos aluguéis, mais barato fica alugar residência na comparação com todos os outros gastos. E o preço pago pelos locatários não acompanha o índice desde pelo menos outubro de 2014. No mês de junho, no entanto, o valor do aluguel teve leve alta, 0,3%, em relação a maio.
Na análise por número de dormitórios, todas as tipologias registram crescimento em junho, sendo que o maior aumento ocorreu nos imóveis de um dormitório, com variação de 0,5%, seguidos pelas unidades de três quartos, com 0,4%, e de dois dormitórios, com 0,1%.

Garantia

O tipo de garantia mais utilizado pelos inquilinos foi o fiador, que respondeu por quase metade (46%) das locações. O depósito de até três aluguéis também foi muito utilizado (36%), enquanto o seguro-fiança foi a modalidade aplicada em 18% dos contratos locatícios.
O Índice de Velocidade de Locação (IVL), que avalia o número de dias que se espera até que se assine o contrato de aluguel, ficou em 19 a 48 dias.
Os imóveis alugados mais rapidamente foram as casas e os sobrados, com um período entre 19 e 46 dias. Os apartamentos tiveram um ritmo de escoamento mais lento, que oscilou de 25 a 51 dias.

 

Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Publicidade

Pesquisa avançada

FINANCIAMENTO

SIMULAÇÃO CAIXA FEDERAL

MINHA CASA MINHA VIDA

OUTROS TIPOS DE FINANCIAMENTOS

CORRETORES CADASTRADOS

DICAS

CONTATO

COMERCIAL

REDAÇÃO