Publicidade

Economia

Custo de condomínios mantém estabilidade

POSTADA EM: 02/11/2016  |  POR: (Da redação)

O estudo Índices de Custos Condominiais (Icon) na Região Metropolitana de São Paulo, realizado pelo Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais de São Paulo (Secovi-SP), registrou ligeira alta de 0,04% no mês de setembro. As informações são da entidade sindical.
O acumulado dos últimos 12 meses - de outubro de 2015 a setembro de 2016 - apontou variação de 8,95% e ficou abaixo do percentual do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que foi 10,66% no mesmo período, conforme a Fundação Getúlio Vargas.
“O Icon serve como parâmetro das variações dos custos dos condomínios, mas não deve ser utilizado como um índice de reajuste da taxa condominial”, explica o diretor de Administradoras da vice-presidência de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, Marco Gubeissi.
Segundo ele, condomínio possui a sua própria estrutura de despesas e o síndico precisa ficar atento aos aumentos e fazer, além de um controle rigoroso das contas, uma previsão orçamentária das despesas ordinárias do condomínio. Gubeissi destaca o Icon como uma ferramenta fundamental para síndicos e administradoras acompanharem a evolução dos custos condominiais.

Publicidade

Pesquisa avançada

FINANCIAMENTO

SIMULAÇÃO CAIXA FEDERAL

MINHA CASA MINHA VIDA

OUTROS TIPOS DE FINANCIAMENTOS

CORRETORES CADASTRADOS

DICAS

CONTATO

COMERCIAL

REDAÇÃO