Publicidade

Novidades

Projetos - Casa inteligente

Casa inteligente dinamiza atividades cotidianas como acionamento de portões eletrônicos, intensidade de iluminação, ligação de alarmes e irrigação de jardins. Este é o tema do bate-papo de Junior Campos Prado com Fernando Rodrigo Martiello, proprietário d

POSTADA EM: 27/12/2017  |  POR:

Em busca de economia, segurança, conforto e sustentabilidade, a tecnologia da automação em residências é um dos serviços mais procurados no mundo, nos mercados de consumo.
A automação residencial é a integração entre os diversos equipamentos motorizados e automáticos. Em uma casa automatizada é possível com um único comando apagar todas as luzes da residência, fechar as cortinas, desligar o ar-condicionado, gerenciar setor de segurança e câmeras, além de programar a irrigação de jardins ou estabelecer abertura de portões eletrônicos.
Os Estados Unidos foram os primeiros a abrir caminho para a adoção de casas inteligentes. Estima-se que atualmente cerca de 8 milhões de residências estão equipadas com dispositivos conectados naquele país.
Para Fernando Rodrigo Martiello, proprietário de loja de material elétrico, essa tecnologia veio para ficar e tem a vantagem de poder ser instalada durante a construção do imóvel ou mesmo depois de pronto, dependendo do tipo de serviço buscado pelo cliente.
A instalação de um projeto com vários itens de automação depende das condições da fiação da casa, quando ela já está pronta, e há opções que podem ser aplicadas nesse caso.
“A automação pode ser adaptada e o controle da casa pode ser via celular e internet. Com a automação, podemos controlar até a trava do portão do canil de uma residência”, diz.
 
Hight tech

Um dos serviços mais procurados refere-se à automação da iluminação na área externa da casa, principalmente a do portão eletrônico. “Hoje em dia é possível programar o horário de abertura do portão eletrônico sem a necessidade de ativá-la com um comando. Na iluminação do portão eletrônico podemos também controlar a intensidade da luz e o momento de acendê-la.”
A automação, seja ela por meio da integração entre áudio e vídeo, medidas de segurança ou opções que prezam pelo conforto – transforma a casa do cliente em verdadeiros lares hight tech.
O investimento é considerado baixo pelo conforto que oferece essa tecnologia. Quem tem um bom computador em casa, um celular tipo smartphone ou um tablet, e itens que proporcionem a automação, como por exemplo, portões eletrônicos, cortinas automáticas, câmeras, dentre outros, o investimento chega a ser considerado pequeno. O ideal sempre é optar por profissional especializado no ramo para que apresente projeto e execute o serviço de maneira adequada.
Essa tecnologia atende e se adpta também a residências onde moram ou costumam receber idosos, deficientes físicos, ou pessoas com dificuldade de locomoção.
        
Lâmpadas de LED

Aliado a automação, outros componentes agregam eficiência e economia na parte elétrica de uma construção, seja ela comercial, industrial ou residencial. As lâmpadas LED (Light Emitter Diode) é um deles. De acordo com Martiello, apesar de o investimento neste tipo de lâmpada ser um pouco mais alto, sua durabilidade chega a ser cinco vezes maior do que a lâmpada comum.
O LED é um componente eletrônico semicondutor que tem a mesma tecnologia utilizada nos chips de computador. Tem a propriedade de transformar energia elétrica em luz diferentemente do modo de transformação encontrado em lâmpadas convencionais - que utilizam filamentos metálicos, radiação ultravioleta e descarga de gases, por exemplo.
Criado pelo engenheiro elétrico norte-americano Nick Holonyak Jr, em 1962, o LED inicialmente só emitia luz vermelha. Por muito tempo foi utilizada para sinalizar se os aparelhos de rádio e TV estavam ligados ou não. A partir desta data surgiram as novas cores e intensidades nos LEDs, inclusive aplicadas na indústria automotiva. Na década de 90, foi obtido todo o espectro de cores e aumento de potência.
Esse tipo de lâmpada é muito utilizado em locais onde os raios ultravioletas são indesejados, como por exemplo iluminações de quadros e outras obras de arte, tanto em residências como em museus e galerias. Dentre os benefícios na utilização desta lâmpada estão os custos de manutenção reduzidos, maior vida útil do que outros tipos de lâmpada e maior resistência a impacto e vibrações. É considerada ecologicamente correta, por não conter mercúrio ou qualquer outra substância que cause dano à natureza.

Segurança na instalação elétrica

Com tantos equipamentos à disposição hoje no mercado, o disjuntor continua sendo parte fundamental numa instalação elétrica. Ele garante a proteção de todos os equipamentos elétricos de uma residência. Nas automatizadas, desempenham papel fundamental.
O disjuntor funciona como um interruptor automático destinado a proteger uma determinada instalação elétrica contra possíveis danos causados por curto-circuitos ou sobrecargas elétricas.
O DR (Diferencial Residual) é um dispositivo que detecta fugas de corrente elétrica - quando ocorre um vazamento de energia dos condutores - desarmando o disjuntor onde está o problema, evitando assim que a pessoa leve um choque. “O DR protege a pessoa e monitora a diferença de potencial da rede.”
O DPS (Dispositivo de Proteção de Surto) é instalado no quadro de energia elétrica da casa e funciona como um “para-raio residencial”. “Ele detecta o surto de energia e o desvia para o aterramento da casa”, diz Martiello.
Ajudam também a atender a demanda na utilização de aparelhos de climatização, muito utilizados no verão, como ventiladores de teto, de parede, ou de coluna, climatizadores de ambiente (que umidificam o ar), e os ares-condicionados.
Martiello explica, no entanto, que é imprescindível o acompanhamento de um engenheiro ou técnico para elaborar o dimensionamento de toda instalação elétrica.

Junior Campos Prado (MTB 50.359/SP) é graduado em engenharia civil pela Universidade de São Paulo (USP) e apresentador do Programa #Projetos, na TV Local.

 

Foto: Beatriz Zambonato Santos

Publicidade

Pesquisa avançada

FINANCIAMENTO

SIMULAÇÃO CAIXA FEDERAL

MINHA CASA MINHA VIDA

OUTROS TIPOS DE FINANCIAMENTOS

CORRETORES CADASTRADOS

DICAS

CONTATO

COMERCIAL

REDAÇÃO